quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Enfim, o (auto) desfralde

Anssim: chega um dia, em que seu lindo, prodígio, cheiroso, e atordoante filho cresce! SIM, CRESCE! É é de um hora pra outra, acreditem! "Onde é que eu tava?" vocês irão se perguntar internamente a si mesmas, pra vocês mesmas.

Mas é preciso ter cuidado! Muito cuidado com certas fases que podem causar grandes danos emocionais psicológicos, físicos, espirituais, astrológicos, antroposóficos e quânticos no futuro, como o desfralde.

O desfralde é uma das fases mais delicadas da vida do cerumaninho. Um desfraldamento precoce, por ansiedade dos pais, pode levar ao descontrole esfincteriano pelo resto da vida, acarretando o avacalhamento da saúde física and mental da criança, dizem os discípulos de Freud- aquele sem noção-

(será que minha mãe me desfraldou aos 6 meses?, devaneio eu...)

E são vários sinaizinhos que seu bebê dá, de forma lenta, que faz você perceber que está chegando a hora de um desfralde cuidadoso, natural e gradual.

Lulu me sinalizou dessa forma, acompanhem:

Terça- feira: colocando uniforme pra escola, ela arranca a fralda recém colocada, vira pra mim e diz enfaticamente “Mãin, não sou mais criança, percebe? Não preciso mais de fraldas, preciso de cuecas!”

CHOQUE-

Pausa mental para processar tanta informação desordenada

“não sou criança- percebe?- cuecas-

Pausa para ordenar os pensamentos e formular uma resposta tão rápida quanto esse desfralde e essa mudança de sexo.

Filha, ok, respira! O que você disse?

-Não quero fraldas, preciso de umas cuecas!

Certo, vamos lá:

Primeiro: tiraremos a fralda, aos pouquinhos, pra você ir se acostumando

-Não. Não quero mais fraldas, quero cuecas!

Segundo: cueca é para menino, menina usa calcinha!

Silêncio, processamento de dados em meu cérebro- rápido, Giuliana, rápido!

Filha, bora no Extra comprar cuecas de meninas!

E lá fui na minha santa, ingênua e estúpida inocência de uma mãe- de- primeiro- desfralde comprar a quantia de sete calcinhas. SETE - podem rir, vocês mães que já desfraldaram seus pimpolhos.

Depois de meio período na escola vim eu a descobrir que sete calcinhas dava pra duas horas apenas. E lá vai Giuliana no mercado comprar mais dez. E com dezessete ela passou o dia. E eu passei a madrugada lavando, enxugando e passando calcinhas. Justiça divina, onde está tu?

Mas no segundo dia foi tudo mais bonito, contabilizei apenas 8 calcinhas molhadas.

No terceiro dia, quatro.

E no quarto dia, tchanãn! nenhuma. NENHUMA!

Vitória!

Xixi resolvido, vamos ao cocô.

Porque raios ela não esta fazendo cocô, sendo que na escola ela fez na privadinha, e aqui nada de fazer no peniquinho de sapo?

Inventei até uma linda historinha que aquele sapo do banheiro, precisava comer o cocô dela pra sobreviver, e ela tinha que cagar ali todo dia, senão o sapo morria... de fome! Coitado!(psicólogos mematem).

Até que uma noite ela me chamou no banheiro, sentou e disse que ia alimentar o sapo. Pegou uma revista e mandou eu esperar la fora. Obedeci.

Cinco minutos depois me chama: "mããããããiiiiii, olha aqui!"- se virando para o penico recheado de um cocô brilhante, massudo, com tons de verde oliva, um toque amadeirado e notas de amêndoas em lascas. “Fix cocô,”- olha pra mim, faz cara de ânsia e vomita. De nojo.

Daí fiz todo um trabalho psicológico dizendo que cocô é natural, que nao precisa ter nojo, que é resto de comida que não serve pro corpo e que todo mundo faz igual. Até o Enzo(namorado) e o Sílvio Santos(ídolo) fazem!

Ela sorriu.

Mandei ela esperar lá fora, fui limpar o penico, fiz cara de ânsia e vomitei. De nojo.

E assim passamos alguns dias até que uma mega descoberta de um assento adaptável à privada adulta, fez minha vida mudar. Agora ela faz cocô ali, dá tchau, se limpa e fico esperando lá fora até o cocô chegar no Tietê, pra não correr riscos.

Agora uma coisa: como ainda me resta um pouco de amor próprio, o desfralde foi diurno apenas. Decidi que o noturno, só quando ela completar nove anos. Antes disso, NF(nem pensar). Eu prezo pela minha saúde mental. Prezo sim.

Então gentch, foi assim que numa terça- feira ensolada de outubro eu percebi que meu bebezico havia crescido- RISOS

Então gentch, foi assim que numa terça- feira ensolarada de outubro que percebi que meu bebezico havia crescido –CHORO

Saúde mental, cadê você?

Moral da história : desfralde provoca náusea em crianças e adultos.

Ps1: O não-desfraldamento noturno não adiantou de nada, porque agora, nas 9.652 vezes em que ela acorda na madrugada, ela acha de matar a sede do sapo. Ou a fome, dependendo do dia. Giuliana, gata, você merece!

PS2: Falando em desfralde, olha só quem esta no site da Huggies Turma da Mônica. http://www.huggiesturmadamonica.com.br/


23 comentários:

sueli disse...

Mas que garotinha safadeeeeenha essa sua Lulu hein? Excelente texto. Tôrrino sozinha. ahahahaha. Cocô; comida de sapo? pelamorde... Já já ela se adapta com os horários noturnos. (vai cair nas baladas. rs)
É uma fase passageira. Ainda bem que vc tem tudo registrado né?
Enfim, adorei. parabéns. Continue nos fazendo rir da desgraça alheia. kkkkk
Beijos e volte logo com novidades

Raquel Gomes disse...

Tu minmata!!!!
Psicologias à parte, tá fazendo bom trabalho, Giu.
Já foste morar perto da estrada?
Beijos

Katiuscia Zanatta disse...

Ai, sou fã da Lulu, ô menininha precoce, hein? E descubro que o namô dela (memata) é xará do meu filhote. Adorei, sapo tem mais é que comer cocô (ou morar lá no Tietê, rs). Bju.

Mari disse...

Giu, A-M-O, o seu blog, me divirto demais....não fica tanto tmpo sem escrever, por favorrrr!!!! Parabéns ;-)

Dona Mocinha - Taly Watanabe disse...

Oláaa...é minha primeira vez por aqui e estou adorandooo...

Poxa ainda não cheguei nessa fase, minha bombonzinha Emily ainda tem 10 meses, mas adorei ler o post, parabéns!!

Um bjo enorme
Taly e Emily
http://www.donamocinha.com

Gabi disse...

Como vou desfraldar duas? Dois penicos, ok, mas dois vasos não tenho não...
Acho que com uns 5 anos começo a pensar no desfralde...

Camila disse...

Adorei a maneira como descreve... mas é bem assim mesmo. Marina (meu bebê) está com dois anos e um mês e... Está saindo das fraldas eeeeee...
Menina como sofri nos 1ºs dias, achei que fosse ficar doidinha. Mas agora ela não faz mais xixi na calça.
Quando ao cocô estamos trabalhando. Adorei a idéia da histórinha do sapo (vou usar com ela), espero que dê certo.
Estou te seguindo.. Venha conhecer nosso cantinho. http://camilamamae2009.blogspot.com

Beijos

Um espaço pra chamar de meu disse...

kkkkkkkkkkkkkkk #murry,Giu...só vc pra animar minha sexta-feira, essa Lulu,hein?Muita informação pra uma mãe só processar, e vou te contar vc se assusta mesmo com a velocidade com que crescem, os meus já ñ precisam de mim pra muita coisa, mas às vezes escuto uns gritos vindos do banheiro "mãe,tá muito sujo me ajuda a limpar..." NOT,rsrsrrsrs se viraê,galera...rsrsrsrsMil bjs,querida e prepare-se para fortes emoções...e a vizinha chata?vamu pegá ela quando?rsrsrsrsrs

Carol Marques disse...

MORRO de vontade de ter uma filha sempre que leio aqui.
ah, claro, MORRO de rir também!

Beijos

Fabi Coltri disse...

Hahahaahahahaha

Não consigo parar de rir, percebe??

E logo menos será minha vez, DE NOVO!!
Mimimimimi...

Sobreviveremos e dormiremos, enfim!

Beijos

Nine disse...

Ai, o desfralde...esse assunto me assusta e ainda não vimos por aqui...
Beijos,
Nine

Dani disse...

ADOREI!!!!!!!!!!! hahahahahahaha

Alimentar o sapo... hahahahahahahahaha mais ainda! Eu nunca tinha ouvido falar nisso, mas ok. Adorei!!!!

Parabéns!!!! Aos poucos, a gente consegue, né??

Beijos,
Dani.

Amanda disse...

kkkkkkkkkkkk
Ai Giu vc me mata de rir, queria que o meu mais novo fosse assim tbm mas ainda nem sinal de desfralde por aki.
bjos

Minha Maria disse...

Adorei!
Arrasaram na foto!
Parabéns!
P.s. Ninguém aqui em casa entende so risos descontrolado que ocorrem preferencialmente quando estou no Lulu não dorme...rs
Beijos
www.minhapequenamaria.com

Cíntia disse...

Giuliana não vi o que tinha no link :(
Quero verrrrrr??

Sandra Hellen Kautto disse...

Mas que Lulu mais esperta!!! Então agora ela usa cuecas de meninas e ainda ajuda os animais, ou seja, o sapo! Há! Você como sempre me matando de rir sozinha aqui lendo do outro lado! Sanidade mental zero!!!

Beijos

Carol disse...

Muito bom!!!!
Meu filhote simplesmente adora sapo! Espero que ele tb adore alimentá-los!!!!!
Ah, uma observação: leio seus textos, morro de rir sozinha, e meu marido acha que tô ficando louca rs

Anônimo disse...

aqui em portugal as mulheres usam cueca

Ana Portela disse...

Quase caí do sofá (ok, difícil alguém cair do sofá...) de tanto rir do sapo que necessita de alimentação, digamos que, especial!
Parabéns pelo entry lá no site da Huggies! Mamãe blogueira e jênia merecem!

WWW.MERCADOZETS.COM.BR disse...

comprei desse site http://www.mercadozets.com.br/ e gostei o site entrega rapido e com nota fiscal e garantia

tem berço eletronicos celulares tv notebook computador acessorios para carros brinquedos artigos infantis e muito mais

... tem mais de 2000 produtos
... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .
FRALDA

http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=Fralda&IDCategoria=110

artigos para bebe/infantil
http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=110

Anônimo disse...

Giuliana, você é uma mulher muito bonita, inteligente e atraente. Eu nunca quis ser pai, sou até vasectomizado, mas confesso ter vontade de conhecê-la um dia. Beijos!

Faby disse...

hahahahahaha não tem outra palavra...sempre venho aki rir das suas desgraças que em breve passarei! Adoro esse blog por demais.
bjs

P.S. Sou psicóloga kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Joyce Barradas Camargo disse...

Adorei...você é muito engraçada. E isso me ajudou a ver tudo com mais naturalidade. Obrigada!