terça-feira, 16 de abril de 2013

Quem mexeu na minha vida?



Existe uma boa quantidade de povo sem noção nesse mundo. Inda mais quando se trata de vida alheia.
Me diz, qual é o valor socioeconomicoespiritoemocional que um ser humano acha na arte da simetência?
Sim, algumas pessoas “querem só” ajudar, e outras querem sô ver você chorar a cântaros porque a vida, senhoras e senhores, é assim mesmo. É feita de gente do bem e feita de gente que tem parte com satanás.
Daí, num dia qualquer, numa fila de mercado, você exausta, podre, gorda, feia, com olheiras azul-arroxeado, cantarolando palavra cantada e de tpm e tentando conter a filha no corredor de sucrilhos, se encosta sem querer em uma kirida totalmente desconhecida que lhe diz algo como:
-Sua filha?
-Sim.
-Nossa, que energia né?
-Quantos anos?
-3
-Sabe, eu trabalho com uma psicóloga e com 3 já dá pra diagnosticar hiperatividade
-Ah é memo? E o Kiko?
-Não... é que ela não para né e você tá com uma cara de cansada, essas olheiras roxas aí, coitada. Você trabalha ou o marido que sustenta?
-Trabalho
-Você tem que descansar, assim não dá pra aguentar. Sabe, a psicóloga com quem trabalho disse que stress assim pode levar a doenças sérias, psicossomáticas, a morte até.
-Todo mundo morre, minha senhora e agradeço veementemente sua preocupação para com minha pessoa.
-Por que você não pede pro pai cuidar dela enquanto você descansa? Ele trabalha?
-Olha bem, nós não somos muito de roubar, então optamos por trabalhar e ganhar a vida honestamente. Só roubamos em casos extremos, quando não tem jeito mesmo.
-Então...
Nisso chega Nalu
-Mãe, hoje vou dormir na casa do pai né?
-Nossa, você é separada??????? Tão novinha.... que dó! Mas tenho fé em Jesus que vocês voltam ainda um dia! Coitada da menina, deve ter sido um trauma. Diz a psicóloga com quem trabalho que trauma de separação é difícil consertar depois. Vira tudo adolescente rebelde, daqueles que saem matando sabe? Depois são dignosticados com neurose ou psicose, esquizofrenia até. Sabe aqueles serial killers americanos, então, tudo fruto de falta de amor dos pais na infância, e quando os pais separam eles não sabem o que e amor e....
-Sei!! Sabia que meus pais separaram quando eu era pequena? (mentira)
-Ah é ? E você?
-Eu virei dessas adolescentes rebeldes que saem matando.  Já passei pela febem, atual fundação casa, sabe? e hj sou uma adulta diagnosticada com neurose, psicose e esquizofrenia grau 9, na escala Von Richtofen. Aliás, querida, faz um favor? Pega a minha bolsa ali no carrinho pra eu te  mostrar a faca que meu pai usou quando ele cortou minha mãe em 84 pedaços pra caber naquela malinha furreca que ele jogou no rio Tietê em 1989. Ele me deixou de herança pra quando as coisas ficassem difíceis. A faca e as técnicas. Pega?

Ps: este post é uma obra de ficção onde a autora o/ fez uma compilação de trechos de conversas e situações diversas do cotidiano a fim de ilustrar os pitacos das pessoas que nada tem a ver com sua vida.
Todos saíram vivos e bem (exceto a mulher do mercado)

15 comentários:

Camila Carvalho disse...

kkkkkkkkkk
não tem como não rir...
mas é assim mesmo..tem gente que quer ver o circo pegar fogoo, e não fica feliz com a felicidade dos outros..ótimoooo post!adoreei, MESMO!
BJÃO, e ja te seguindo
perolasdealanis.blogspot.com

Baby da Pri disse...

CA*RA*CA
Adorei por demais!!!
Comigo ainda acontece assim: "Nossa, separada, tão novinha e com duas filhas!!!"
Afsss...passar bem!!
:)

Vanessa disse...

Muito bom! É uma ótima tática pra usar contra os palpiteiros de plantão.Vou anotar no meu bloquinho de futura mãe. Se minha filha ainda nem nasceu ainda e eu já to precisando... Imagina depois!

http://casacozinhaefraldatrocada.wordpress.com

Anônimo disse...

minha cara isso, sou separada ha dois anos, tenho uma filha de seis e pelo menos uma vez por semana (pessoas diversas, sem nenhuma ligação entre si) perguntam qdo vou levá-la no psicólogo, qdo vou começar a tratar a menina pois ela vai ser muito traumatizada no futuro...
as vezes respondo as vezes ignoro, mas minha experiência é de que... minha filha após a separação é uma criança muito melhor, mais tranquila, resolvida, ativa, sem medos, sem traumas, pois vive num ambiente muito mais ameno, tranquilo, sem discussões... enfim, pague minhas contas e ganhe o direito de cuidar da minha vida neh? bj Ju, sinto sua falta por aki, amo seu blog
Ana Paula

Patricia Lins disse...

Adorei! Faz um tempão que não entro aqui. Mas, adorei! Casa com a fase que vivo... gente, é demais, viu? Tem muita gente sem noção por aí e que se sentem sabedores de tudo, desde - como diz marido - plantação de mamão, até lançamento de nave espacial...

Trícia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk....nossa, tenho que concordar contigo, tem horas que dá vontade de baixar a pombagira grau hard 20 e responder isso.

ADOREI o post, o blog...vou já seguir, deixa só eu sair dessa página aqui dos comentários! :P

Bjs!
Trícia
http://espelhodesi.blogspot.com.br/

Eliade Ferreira disse...

Muito bom esse post kkk

Daniela Castro disse...

ooo gente! Esse blog é o máximo! Vou assinar e receber os posts no meu e-mail!
Parabéns por escrever com tanto humor (mesmo que ácido) hehehe bjos de outra mãe solteira ;)

Alice disse...

kkkkkkkkkk bem isso ...ser mãe solteira não é facil mas a gente se acostuma e dá conta muito bem obrigada, agora aguentar esse povo intrometido sem descer do salto é que é o desafio.Bjos

Em Nome dos Pais de Múltiplos disse...

Desculpe, eu gostaria de encher o comentário com vários "hahahaha", mas seria muito viral de FB. Mas pense em uma pessoa que também é elétrica por natureza rindo no meio do escritório: eu. Sensacional! Minha esposa e eu esperamos por gêmeos, e eu sempre repito uma das piores coisas que nos disseram:
- "Anita" (nome fictício), Jorge e eu vamos ter gêmeos! Estou grávida!
- Nossinhora! Vocês vão ficar na miséria total.

Fim de papo...

Liziane de Araújo disse...

Tô chorando litros de tanto rir! Chorando mesmo, de doer a barriga. Adorei o texto. Se eu pego uma louca dessa me fazendo pergunta já parto pra ironia. Sem noção é pouco pra essas loucas de plantão que julgam a primeira vista. Parabéns. Vou seguir seus post. Adorei este. Também sou separada e meu filho não virou serial Kiler (kakakakka) e olha que já tá adolescente!

Liziane de Araújo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vai ter neném disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vai ter neném disse...

Oi, Liziane,
Tudo bem?? Gostaria de convidá-la a conhecer o meu blog! Nele, vc encontrará muitas histórias das minhas trapalhadas com minha filhota, assim como dicas e
Informações! Te espero lá! Beijos,
Giovanna
www.vaiternenem.com.br

vai ter neném disse...

Olá, Alice!

Tudo bem?? Gostaria de convidá-la a conhecer o meu blog! Nele, vc encontrará muitas histórias das minhas trapalhadas com minha filhota, assim como dicas e
Informações! Te espero lá! Beijos,
Giovanna
www.vaiternenem.com.vr