quinta-feira, 25 de julho de 2013

Carta para Rita Lee


Querida Rita Lee, tudo bem com você?

É o seguinte: hoje, dia 25/07 a minha filha está completando quatro anos de vida e me pediu um presente de aniversário e eu, na minha obrigação de mãe, estou disposta a ajudá-la a conseguir o tal presente.
Ela não me pediu bonecas, nem pelúcias e nem um cachorro (ok mentira! pediu sim, mas não foi só isso); Nalu tem um sonho e com toda a doçura e  prepotência que só uma criança de quatro anos pode ter, me pediu pra convidá-la pra jantar aqui em casa.
Sim, jantar.
Eu sei, sua agenda é bem cheia e nem sei se gosta de omelete, então sinta-se a vontade pra recusar o convite, embora vá deixar minha filha bem arrasada. Prefere strogonoff?
Nalu foi apresentada a você aos dois anos, no rádio do meu carro e ficou encantada com a música e com a voz da “Lita”. Chegando em casa me pediu pra ver a cara da “muié que cantava dicupa o auê”. Pois bem, procurei no youtube e achei o clipe do “Tudo vira bosta”; distraidamente apertei o play. No dia seguinte ela não queria comer o lanchinho da escola porque ia virar bosta. E nem filé minhão, champinhão e muito menos arroz feijão. Foi aí que ela se apaixonou por você eu acho, já que ela nunca foi muito de comer e agora tinha uma boa desculpa. Confesso que fiquei muito puta com você por isso, Rita, mas já passou.
A partir desse dia ela deixou de lado todos seus dvs e cds da barbie, backyardigans e bananas de pijamas e passou a dar a atenção única e exclusiva às suas músicas. Hoje ela já canta- e muito bem (sou mãe, você entende né?)-umas 12 músicas inteiras; diz que quer "nascer de cabelos vermelhos" e me pede dia e noite pra eu comprar olhos azuis; além disso, cada vez que me desobedece  manda um “eu não queria magoar você”, e quando tá brava me xinga de “você é pior que cobra cascavel”; quando eu digo que o cabelo cai quando não tomamos banho, ela me responde com “deus me proteja da sua macumba, deus me salve da sua praga, deus me livre o guarde de você” É... é bem difícil manter a pose de brava nessas horas, confesso.
Dia desses descobriu aqui em casa aquele cd em que você interpreta Beatles e mal acreditou no que ouviu: “mãe! Ela sabe falar inglês! Não quedito! E ela canta isbinahard dai nait certinho!”
Ela é louca pelos Beatles também, mas ela nunca me pediu pra ir no playground com John Lennon, graças a deus.

Enfim, Rita, esse é o sonho da Nalu e ela anda meio aflita. Semana passada me disse que o aniversário dela estava chegando e tinha que conhecer você LOGO. Eu perguntei o porquê dessa pressa toda e ela me respondeu: “bem main ...ela já tá com 300 anos e não vai durar muito. Pufavô”

Então diante disso, me vi obrigada a escrever-lhe o quanto antes.

Obrigada pela atenção,
minha ovelha negra te manda um beijo grande.

Abraço esperançoso,
mãe da Nalu.

PS: Ela acha que esta carta nunca chegará até você porque você “mora longe” então me pediu pra mandar um ‘tuit’ e acaba de me lembrar que tem que ser a Rita Lee real, não a imitação.  Que deus me ajude. Amém.


Aí vai uma pequena amostra do amor e talento de Nalu. 


19 comentários:

Kelly Resende disse...

Que linda, Giulliana!!! E tem bom gosto a mocinha! Tomara que a Rita Lee apareça pro jantar. hehehe
Parabéns, Lulu!
Beijos

sueli disse...

Fantástico o post.
E o melhor presente foi prá aniversariante né? A Rita Lee respondeu. Que coisa mais meiga;
Parabéns ä mamãe, ä Lulu. Que vocês continuem tendo noites insones para nos presentear com tantas aventuras.
Beijos da number one

Ana Paula disse...

Adorei! Tomara que ela aceite o convite :)

Cacau... a mãe do João Nicolas! disse...

Amei! Rita precisa ver isso!

Beijo

Aline disse...

Esse foi um dos seus melhores!
Amei!!!
Rita com certeza precisa ler isso.
Beijos.

Rafael Noris disse...

Que demais que a Rita mandou um tweet pra Nalu e que linda a pequena cantando! *----------*

karina Camargo disse...

Lindo demaisssssss!!!!!

Andréia Ramalho disse...

Nalu é uma figura!!! Linda e com bom gosto musical!! Minha Filhinha tem 4 aninhos tb, mas deu pra cantar, eu quero tchu, eu quero tcha! rsrsrsrsr
Beijos Giu!

http://diariodabrunet.blogspot.com.br/

Luciana Leal disse...

Olá, adorei o seu blog, ao ler alguns posts, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, vc tem um potencial enorme e sei que será um grande blog de fácil entendimento e conteúdo gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Jeane Avellar disse...

Olá Giulliana, também sou mamãe blogueira e gostaria de te fazer um convite, como podemos nos falar?
beijos

Andréia Ramalho disse...

Ei Nalu??? Cadê vc que não apronta mais nada pra inspirar sua mamis a escrever no bloguinho??? ;) Beijos!!!

http://diariodabrunet.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Oi Ju,

Meu nome é Sílvia e tenho uma proposta de parceria que gostaria de enviar para você, pode me contatar em silvia.pires-raposo@mavens.co.uk Obrigada

Carol disse...

Olá amei seu blog, e já comecei a seguir, bom poderia me ajudar nessa também e entra no meu blog e clicar em SEGUIR ? e CURTIR a fan page , desde já agradeço e conto com sua ajuda, beijos <3
MEU BLOG -> http://estiilocarol.blogspot.com.br/

Em Nome dos Pais de Múltiplos disse...

Que coisinha mais linda! Acho que foi uma das publicações mais inocentes que pude "sentir" de uma criança e uma das redações mais bonitas sobre um filho (filha nesse caso). E o vídeo dela, posso com isso, posso? que pedacinho de gente, arquétipo de felicidade em forma de criança. Aê, Rita, eu não gosto mais das suas músicas atuais, mas as antigas, sempre darão um bom caldo, ainda mais na cultura das gerações atuais. Parabéns! Mara!

Julianna Barroso disse...

Adoro te ler! Parabéns pela pequena. Espero que se a Rita for, ela seja mais educada que nos shows que ela faz. Mas, gosto das musicas dela também! Ju, já pensou em escrever um livro? Eu compraria um livro seu! Bju!

Aline Figueiredo disse...

Me apaixonei pelo blog! Já li de cabo a rabo, e já chorei e ri com suas histórias. Me identifiquei em muitas também, afinal sou mãe solteira,de 2 meninas, uma de 7 e uma que fez 4 anos exatamente 1 dia antes da sua filha.
Também pedi pra me separar e já tive uma conversa parecida com minha filha mais velha,sobre o papai e a mamãe serem só amigos e ser melhor assim.
Enfim, parabéns! Por ser guerreira e levar tudo isso no bom humor.
Beijo

Anônimo disse...

Moça adoro seu blog.
Mas to muito triste com você que não posta nada nem aqui nem na revista pais e filhos.
Só faz blog pra ficar famoso e quando fica esquece que tem fã.

vai ter neném disse...

Se quiser um novo blog divertido pra ler, apareça no www.vaiternenem.com.br e se divirta com As anenturas de Gi e Nina! Apareça!! Bjos!

vai ter neném disse...

Oi, Jeane!! Gostaria de te convidar para visitar o meu blog e se divertir com minhas aventuras com minha filhota, Catarina!
www.vaiternenem.com.br
Te espero lá!
Bjos
Giovanna