sábado, 1 de maio de 2010

Virou? Benze que desvira!

Como é que eu não pensei nisso antes??

Refluxo, pra nós mudernos do século 21 é exatamente a mesma coisa que bucho virado para a minha avó e contemporâneos.

Coicidência ou coisa do destino, conheço uma senhorinha-benzedeira (ela ainda não esta no rol das competentíssimas, mas já entrou com a papelada) que benze bucho virado!!!Eba!

Levei Lulu lá.Uma fila enooorme na porta (aff , quantos buchos se viram por dia , não?!?)

Dona Lola colocou Luzinha deitadinha num sofá, para fazer a anamnese e a posteriori examiná-la. Um sofá imoooondo, diga-se de passagem, onde sentam 423 bundas imooondas por dia, (mas dona Lola é um doce de benzedeira e vale a pena só pela simpatiquês dela.)

Lulu ficou deitadinha lá esfregando a chupeta naquele nojento assento, enquanto era feito o diagnóstico: “óia fia, ela tá com o bucho virado sim, porque uma perninha tá menor que a outra, aí tá vendo?” Arrãn.. nossa, quanta tecnologia existe hoje em dia para se detectar um bucho pelo avesso, não? Sem contar a higiene do local..tô bege. Agora sim vai sarar essa maldito refluxo!

Bucho bento, aproveitei pra perguntar se isso funcionava pro intestino também, por que ela tinha prisão de ventre e coisaetals... e se ela também atendia Unimed afinal nunca se sabe quando um bucho vai virar de novo, neam?

Foi quando meu deu um estalo, um lampejo, uma intuição de mãe, um sexto sentido ....

Com tanta sujeira que ela engole, será que ela também não sofre de vermes????? E vermes , pros antigos, ceis sabem?? ”O Dona Lola, a senhora também benze bichas??”

PS esclarecedor para os mais novinhos: Bicha no sentido verme, não no sentido Richarlyson da palavra , oka?

6 comentários:

Sueli disse...

Conta logo vai... desvirou o bucho? Matou as bichas?
Fez cocô? Ela atende meu convênio?
Afinal; darling; ela dormiu ou não?

Ana - mãe da Valentina disse...

Deu certo?
Hahahaha

Ju disse...

deu não , Ana.. o bucho continua dos avesso.rrrrr

Anônimo disse...

"Coloquei no peito, nada. Aninhei no meu colo, nada. Então coloquei ele de bruços nas minhas pernas. Se acalmou. Digo, parou de reclamar, porque as "perninhas nervosas", como a gente as chama carinhosamente aqui em casa, continuaram a mil.Bem, então transferi ele pra cama, ainda de bruços. Ele levantou a cabecinha algumas vezes, depois deitou e foi ficando quietinho, quietinho, até que fechou os olhos e dormiu. Assim, sem peito, sem balanço... nada!
Todo mundo diz que bebê não pode dormir de bruços, etc e tal. Mas o bichinho se aquietou de um jeito que eu não tive coragem de virá-lo. E assim ele está até agora!!! Das 6:30h até o presente momento (e olha que agora são 8:20h).
Aí eu pergunto: pode ou não pode?. Fatos inéditos: ele dormir tanto tempo, logo em seguida a uma noite bem dormida e eu sair da cama bem e feliz muito antes dele "pedir".
(*COPIADO DA MÃE DO GU, mas não pedi autorização; achei interessante!). Se feri algum direito, avisem que apago.

Desconstruindo a Mãe disse...

Olá!

Meus dois pequenos (Larissa com 6, Caio com 1 e quase 4 meses) tiveram refluxo.
Usaram medicação, mas o que mais funcionou para cólicas e o tal do bucho virado foi mesmo dormir de bruços e benzer - difícil de admitir para uma bióloga que curte uma explicação mais científica da vida! - Virei adepta!

Mas também teve uma coisa que ajudou: usar um travesseiro anti-refluxo. Já tentaste?

Prazer em conhecê-la para compartilhar as agruras maetrnais e sua felicidade imensa também!

Ingrid

Marcella Nathaly disse...

Acho que a minha Lulu tem é refluxo mesmo. Mas benzer? rsrsrs